Voltar ao início
Ingresso Machu Picchu
Para comprar seus ingressos com segurança e rapidez
Identificar-se

Apresentação do Machu Picchu

O que é o Machu Picchu.

Generalidades

Ainda é necessário apresentar a famosa cidadela de Machu Picchu ? Em 1911, o arqueólogo americano Hiram Bingham descobriu por acaso esta Cidadela que era habitada por um casal de índios que cultivava nos terraços. Este lugar, por muito tempo foi considerado um mito e muitos o procuraram em vão, está localizado a 110 km do Cusco, nesta época era a capital do Império Inca. O nome Machu Picchu significa em quecha, idioma local, montanha velha. Embora o lugar seja imenso (172 edifícios em 32 hectares), nunca foi descoberto pelos conquistadores espanhóis que nesta época buscavam, não somente ouro, presente em inúmeros lugares, mas também toda crença e representação divina a fim de destruí-las e impor a religião católica. O visitante que chega à cidadela vai perceber muito rapidamente porque não a encontraram: o lugar é completamente invisível a partir do vale e, quase ao chegar no topo da montanha, finalmente ela pode ser vista.

Até hoje, devido a que a civilização inca não conhecia a escritura, não sabemos quase nada sobre Machu Picchu. Era uma fortaleza contra as invasões das tribos amazônicas, um santuário religioso ou um lugar de culto dedicado ao deus sol que era então tão reverenciado? Ou era um refúgio para as Virgens do Sol ou apenas um retiro de verão para o Inca ?

Muitos acreditam que Machu Picchu é, sem dúvidas, o monumento pré-colombiano mais espetacular da América do Sul. Em 1983, o santuário foi declarado pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade. Em julho de 2007, foi eleito como uma das 7 novas maravilhas do mundo.

O que é a visita à Machu Picchu?

A visita está aberta a todos, de qualquer idade, os 365 dias do ano. Começa no Cusco com uma viagem de trem, através do Vale de Urubamba, com destino a Aguas Calientes ao pé de Machu Picchu. O trem por si só é um encanto e este trajeto de 120 km atravessa pequenos povoados e margeia o rio Urubamba durante quase todo o caminho. Ao chegar à estação de Aguas Calientes, somente um ônibus e 20 minutos o separam da Cidadela. A visita guiada por um profissional lhe permitirá apreciar melhor sua estadia neste lugar quase mágico e que durante século guardou tantos mistérios. Após a visita, alguns preferirão visitar a montanha vizinha, o Huayna Picchu e suas ruínas. Depois do almoço, alguns decidirão voltar ao Cusco de trem; outros preferirão ficar um dia a mais e dormir em Aguas Calientes, possivelmente para visitar por segunda vez a Cidadela e, por que não, admirar o nascer do sol em Machu Picchu.

 

Nós o convidamos a fazer esta fabulosa e inesquecível visita e ver uma lenda, um mistério, uma maravilha e séculos de história em apenas um dia